♻ ECOCENTRO MÓVEL já se encontra instalado na União das Freguesias de Portunhos e Outil

📍 Rua dos Namorados

🗓 de 24 de junho a 5 de julho

👉Poderá entregar materiais como: Pequenos eletrodomésticos; Rolhas; Livros e revistas; CD’s/DVD’s; Cápsulas de café; Tinteiros; Calçado; Loiças/espelhos e vidros; Produtos de limpeza; Brinquedos; Têxteis; Embalagens de tintas/vernizes.

🍀#ECOCENTROMÓVEL está na rua, RECICLE!

Município de Cantanhede

Visita de estudo à Quinta de Agricultura Biológica

🥕 Um grupo de 40 alunos do Centro de Atividades de Tempos Livres da Cáritas Diocesana de Coimbra, a funcionar na Escola Básica Marquês de Marialva, esteve na última sexta-feira, 21 de junho, na quinta biológica da INOVA-EM.

Nesta visita guiada, conduzida por uma técnica da empresa municipal, as crianças ficaram a conhecer, in loco, como funciona a agricultura biológica e a importância desta no âmbito da sustentabilidade ecológica.

Para além da visita à horta biológica, pelos aromas e cheiros das ervas aromáticas, os alunos aprenderam algumas noções e formas de cultivo, que permitem tornar os solos mais resilientes e sustentáveis. A finalizar a visita, conheceram os animais da quinta biológica.

Para o presidente do Conselho de Administração da INOVA-EM, Pedro Cardoso, “a quinta biológica assume-se como um importante meio de divulgação das práticas agrícolas sustentáveis e do impacto positivo destas no ecossistema agrícola”.

“Ter a possibilidade de mostrar este ecossistema, aos mais jovens, através das visitas que os estabelecimentos de ensino nos solicitam, é um motivo de regozijo para todos nós, e sobretudo um importante contributo para que as novas gerações contactem com este novo paradigma da agricultura no nosso país”, concluiu.

🏖 Praia da Tocha novamente reconhecida com Bandeira Azul

A Praia da Tocha viu de novo reconhecida, pelo 34.º ano consecutivo, a sua qualidade balnear com a atribuição da Bandeira Azul.

A distinção é atribuída pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa que comprova o cumprimento de rigorosas exigências do ponto de vista da qualidade da água, a irrepreensível limpeza dos areais, as boas condições de acesso, o alto padrão dos serviços prestados aos utentes, bem como a existência de equipamentos socioculturais- com destaque para a Biblioteca de Praia -, um diversificado programa cultural e atividades de animação e ocupação de tempos livres.

O presidente do C.A. da INOVA-EM, Pedro Cardoso, reafirmou, a propósito, “o compromisso da empresa municipal com a qualidade balnear e a sustentabilidade ambiental da Praia da Tocha, conforme missão que o Município lhe tem confiado, para em parceria com tantas outras instituições, fazermos desta praia uma referência”.

🍏 INOVA-EM apresentou projeto de biorresíduos na Universidade Lusófona

“Gestão de Resíduos: Desafios, Soluções e Experiências” foi o tema do XIV Encontro Nacional de Gestão de Resíduos, organizado pela APEMETA – Associação Portuguesa de Empresas e Tecnologias Ambientais, em parceria com a ESGRA – Associação para a Gestão de Resíduos e com a Universidade Lusófona.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Cantanhede e administrador da INOVA-EM, Pedro Cardoso, participou na sessão que decorreu no auditório da Universidade Lusófona, em Lisboa, tendo apresentado o projeto de gestão de biorresíduos em Cantanhede.

Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração da empresa municipal apresentou o processo de implementação da operação “Cantanhede Recicla – Recolha Seletiva de Biorresíduos” e a campanha “Valorizar Sempre até à última… casca, espinha, folha, migalha…”, enunciando os ganhos, constrangimentos, dificuldades e as perspetivas e preocupações futuras.

Apesar do caminho trilhado ser bastante positivo, estamos ainda muito longe das metas que ambicionamos e desejamos alcançar, e por isso já estamos a preparar novas estratégias. Ainda assim, não deixa de ser relevante que no universo dos 36 municípios da área de intervenção da ERSUC [empresa pública supramunicipal que gere a recolha, tratamento e valorização dos resíduos sólidos na região Centro], o Município de Cantanhede esteja a contribuir com cerca de 30% dos biorresíduos rececionados pela entidade gestora em Alta”, referiu.

O testemunho desta experiência positiva não apaga ou minimiza as grandes preocupações sobre os biorresíduos em termos futuros. “As metas definidas pela Agência Portuguesa do Ambiente nesta matéria são demasiado ambiciosas e praticamente inatingíveis. Só com um grande esforço e elevados investimentos financeiros se conseguirá atingir taxas de recolha satisfatórias. Neste momento um dos grandes problemas é a questão da sustentabilidade financeira”, complementou Pedro Cardoso, para quem é necessária “uma mudança urgente do modelo de governança, da legislação e uma melhor articulação entre o sistema em alta e baixa”.

Não podem ser apenas os munícipes, com as taxas que pagam, e os municípios/empresas municipais a suportar os custos, enquanto os lucros ficam para o sistema em alta e os agentes económicos”, criticou.

O encontro, que contou na sessão de abertura com a presença do secretário de Estado do Ambiente, Emídio Sousa, dividiu-se em quatro painéis: Painel I – Uma Visão sobre o Setor; Painel II – As Entidades Gestoras e o Desafio das Embalagens não declaradas;  Tecnologias & Serviços para o Setor dos Resíduos – Pitch Tour pelos Stands; Painel III – O Estado da arte da Recolha de Biorresíduos – testemunhos e experiências; Painel IV – Oportunidades de Financiamento do Setor – que possibilidades existem face às necessidades de investimento?

📌 EXPOFACIC – INFORMAÇÃO SOBRE OS BILHETES

De forma simples, cómoda e segura, garanta já o seu bilhete para a edição da EXPOFACIC 2024.

Evite todos os constrangimentos de comprar no dia do evento e garanta já a sua entrada 🎫 Através do site da BOL 👉 https://expofacic.bol.pt

⚠ Relembramos que este é o ÚNICO E EXCLUSIVO site autorizado para a venda dos bilhetes. Se preferir, poderá também adquirir os bilhetes nas lojas FNAC e WORTEN de todo o país.

💧 INOVA-EM investe na remodelação da rede de abastecimento de água na Varziela

O Executivo Municipal deliberou aprovar o projeto de remodelação da rede de drenagem de águas e ramais da Zona de Medição e Controlo (ZMC) da Varziela. O investimento da INOVA-EM é de cerca de 300 mil euros acrescidos de IVA e o prazo de execução é de 270 dias seguidos.

A área a intervencionar possui tubagens com cerca de 40 anos de uso e ramais em ferro galvanizado com muitas avarias.

Dado que em termos hidráulicos a rede existente funciona com desempenho sofrível, a solução a implementar passa pela substituição de tubagens das condutas e três ramais existentes por tubagens novas.

Assim sendo, os trabalhos preveem a substituição de condutas e dos respetivos ramais existentes, sendo desativado o sistema existente, assim como a substituição de bocas-de-incêndio por marcos de incêndio na área de influência da intervenção, com a desativação das bocas-de-incêndio existentes.

Está ainda prevista a colocação de válvulas para setorizar a rede distribuição minimizando clientes afetados por ocasião de roturas ou avarias. Com esta medida, haverá menos água desperdiçada com operações de limpeza e expulsão de ar no restabelecimento do fornecimento de água após a reparação de roturas ou avarias.

A solução preconizada neste projeto é a que melhor se enquadra para a resolução dos problemas no abastecimento de água à ZMC da Varziela, permitindo não só reduzir o indicador de perdas de água no sistema como aumentar o indicador de reabilitação de condutas.

Esta obra insere-se na estratégia definida pelo Plano de Gestão Patrimonial de Infraestruturas com vista ao aumento da eficiência da rede de abastecimento de água e é seguramente mais um passo para garantir a qualidade e o nível do serviço que pretendemos assegurar em todo o território”, explica o presidente do Conselho de Administração da INOVA-EM, Pedro Cardoso.

⭐ Expofacic recebe distinção pelo terceiro ano consecutivo, na categoria de “Festas, Feiras e Romarias”

A entrega dos Prémios Cinco Estrelas Regiões 2024, decorreu na Praia Fluvial do Parque Ecológico do Gameiro, em Mora, no dia 6 de junho

Na cerimónia foram galardoados os vencedores da edição de 2024, e apresentadas as marcas e ícones regionais, considerados pelos consumidores portugueses, como “Cinco Estrelas” nas diferentes regiões do país.

Para o presidente do C.A. da INOVA-EM, Pedro Cardoso, “é um enorme orgulho, para toda a organização da Expofacic, ter, novamente, a responsabilidade de exibir tamanho selo de confiança. Estarmos presentes na “montra” do que de melhor se faz, nas diferentes regiões do país, desde marcas a negócios regionais, que se diferenciam pela sua qualidade, é extraordinário… é, também, uma forma de atribuir, ainda, mais força, ao convite que dirigimos, não só à região centro, mas a todo o país, para fazerem parte desta grande festa, que terá início no dia 25 de julho!”.

ℹ️ O “Prémio Cinco Estrelas Regiões” tem como objetivo identificar e valorizar o que de melhor se faz de Norte a Sul de Portugal, em categorias, como Gastronomia, Aldeias e Vilas, Recursos Naturais, Monumentos e Património, além dos negócios locais que se diferenciam pela sua qualidade.

♻ O ECOCENTRO MÓVEL já se encontra instalado na Freguesia de São Caetano – Rilhozes

📍 Rua Nossa Sra. de Fátima

🗓 5 a 21 de junho

👉 Poderá entregar materiais como: Pequenos eletrodomésticos; Rolhas; Livros e revistas; CD’s/DVD’s; Cápsulas de café; Tinteiros; Calçado; Loiças/espelhos e vidros; Produtos de limpeza; Brinquedos; Têxteis; Embalagens de tintas/vernizes.

🍀#ECOCENTROMÓVEL está na rua, RECICLE!

Município de Cantanhede

São Caetano

☀ INOVA-EM vai instalar 310 painéis fotovoltaicos nas suas ETAR

A INOVA-EM acaba de entrar numa nova etapa de um futuro mais ecológico, passando a operar num modelo energético mais sustentável e eficiente, nas estações elevatórias e de tratamento de águas residuais de Cantanhede.

No âmbito do projeto de transição energética, a empresa municipal vai investir cerca de 150 mil euros, em duas fases distintas, com o objetivo da partilha de energia entre as suas diversas infraestruturas, criando, assim, uma Comunidade de Energia de Autoconsumo Fotovoltaico.

🍀🌍 Desta forma, é assegurada a redução de emissões de CO2, contribuindo para a sua própria sustentabilidade e independência energética. Todo o processo terá em conta as necessidades específicas de cada equipamento, neste caso, associadas às operações de cada estação elevatória (EE) e ETAR, para que não haja, em caso algum, desperdício de energia.

Numa primeira fase de investimento, vão ser contempladas as EE de Alto de Murtede e Outil, e as ETAR de Ançã, Bolho/Sepins e Covões. Numa segunda fase, será a vez das EE de Lemede e Fonte Errada e as ETAR de Corticeiro, Outil, Malhada e Murtede.
Prevê-se que as estações diminuam o seu consumo energético em, aproximadamente, 304MWh/ano, reduzindo a pegada carbónica em 73,6 t de CO2.

“É fundamental maximizar as possibilidades energéticas, apostar nas renováveis, ter racionalidade na gestão garantindo energia mais barata, assim como garantir a neutralidade tecnológica de modo a contribuir para a transição energética. Por isso a INOVA está apostada neste desafio e pretenda estar sempre na vanguarda das possibilidades tecnológicas que maximizem os recursos naturais existentes e que salvaguardem o ambiente.” Ressalva Pedro Cardoso, presidente do C.A da empresa municipal.