INOVA assegura saneamento em todo o concelho até 2012

Em Cantanhede, está em curso um conjunto de obras, sem precedentes, que pretende levar a rede de saneamento à quase totalidade do concelho. A Inova, empresa municipal responsável pelas 13 empreitadas em curso, no valor global de quase 11 milhões de euros, perspectiva atingir os 95 por cento de cobertura entre meados e finais do próximo ano, antecipando-se e indo além dos objectivos definidos pela tutela para 2013.

Quando, há nove anos, a empresa municipal de Cantanhede iniciou a sua actividade, a cobertura da rede de saneamento era de apenas 30 por cento do concelho. Porém, com notável dinâmica e mercê de muito trabalho, em 2012, quando todas as obras em curso estiverem concluídas, vai ser possível chegar a toda a população. O valor total do investimento realizado deverá atingir, nessa altura, os 23 milhões de euros, servindo cerca de 40 000 habitantes.

Para além emissários, estações elevatórias e redes de colecta, as empreitadas em curso estendem-se a praticamente todas as 19 freguesias do concelho de Cantanhede e envolvem a construção de cinco novas estações de tratamento de águas residuais, respectivamente, em Outil, Ançã, Covões, Bolho e Malhada.

Este notável volume de investimento só é possível porque a Inova preparou e, com sucesso, conseguiu fazer aprovar oito candidaturas ao nível do Programa Operacional Valorização do Território (POVT) e do Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro), no valor de 13 milhões e 400 000 euros, destinados a obras de saneamento. Desta imensa fatia de verbas destinadas a melhorar a qualidade de vida da população, 8,10 milhões de euros foram concedidos a fundo perdido.

“Estamos a falar de um conjunto de investimentos que têm como objectivo atingir uma cobertura de saneamento em praticamente todo o concelho e cujas obras, depois de concluídas, permitirão ter uma rede completa, a funcionar, com esgoto devidamente tratado, cumprindo os parâmetros legais de descarga em todo o município”, explica Idalécio Oliveira, administrador da Inova.

Através de administração directa e recorrendo a meios de financiamento próprios da empresa municipal, estão também em curso obras relacionadas com o saneamento nas localidades de Enxofães e Porto de Carros, um investimento que ronda os 400 000 euros.

Patrocínio Alves, presidente do Concelho de Administração da Inova, está convicto de que “as obras em curso e os vários projectos que estão no terreno, vão aumentar significativamente a qualidade de vida da população de Cantanhede”.

Em termos nacionais, o Plano Estratégico de Abastecimento de Água e de Saneamento de Água Residuais II (PEAASAR II), definido pelo ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, estabelece que a cobertura da rede de saneamento chegue a 90 por cento da população, até ao fim de 2013. Contudo, o objectivo definido pela empresa municipal de Cantanhede é mais ambicioso e prevê que, já em 2012, a cobertura no concelho possa ir até aos 95 por cento, ou seja, além da meta fixada pela tutela.

No âmbito das suas competências, a Inova é responsável quer pela gestão dos sistemas de água e saneamento do concelho de Cantanhede. Para além das várias empreitadas em curso, estão criadas condições para que, a curto prazo, possam ser investidos mais cinco milhões de euros, em obras tendentes à remodelação das redes de abastecimento de água do município (prevenindo eventuais falhas ou lacunas), da central de captação de Olhos de Fervença, que abastece o concelho, e de sectores da rede de saneamento mais antigos.

About the Author