ETAR de Cantanhede foi desactivada

A ETAR de Cantanhede foi desactivada em 2 de Dezembro, na sequência da entrada em funcionamento da Estação Elevatória de ligação da rede de esgotos de Cantanhede à SIMRIA.

O acto foi assinalado com a presença do Presidente da Câmara Municipal, João Pais de Moura, do Administrador-delegado da SIMRIA, Jorge Torres, e do Presidente do Conselho de Administração da INOVA-EEM.

A rede de drenagem dos esgotos que até agora eram tratados na ETAR de Cantanhede passa a estar ligada à SIMRIA, que assegurará a recolha e o envio das águas residuais para a sua ETAR localizada no Concelho de Ílhavo, onde serão tratadas, ao abrigo de um contrato celebrado com o Município de Cantanhede.

Ainda no âmbito do acordo, foi também encerrada a ETAR de Febres, cujos efluentes terão idêntico destino.

Paralelamente à desactivação das ETAR´s de Cantanhede e Febres, entram em funcionamento mais sete pontos de entrega à SIMRIA dos esgotos recolhidos pelos sistemas de drenagem de quatro freguesias, designadamente Cantanhede, Febres, São Caetano e Pocariça. Outros quatro pontos de entrega estão a funcionar desde há algum tempo para servir as freguesias de Tocha e parte de Sanguinheira.

Entretanto prosseguem os trabalhos de instalação dos emissários da SIMRIA nas freguesias de Cadima, Sanguinheira e Ourentã, que passarão a ter também cobertura do sistema multimunicipal a muito curto prazo.

É de salientar ainda que, no que diz respeito às freguesias não abrangidas pelo contrato com a SIMRIA, encontra-se já a funcionar a ETAR de Corticeiro/Vilamar e respectiva rede colectora, estando em curso várias empreitadas, no âmbito de um programa de investimentos a desenvolver até 2012 para garantir a recolha e tratamento de águas residuais em mais de 92% do território do Concelho.

About the Author