INOVA-EM aposta no reforço da reciclagem multimaterial e na modernização dos serviços

 

“Cantanhede Recicla” é o slogan do projeto que a INOVA-EM está a desenvolver para aumentar significativamente o volume e a qualidade da reciclagem multimaterial, objetivo que contempla ações em duas vertentes: uma através de campanhas de sensibilização e educação ambiental ao nível da produção e deposição de resíduos, outra que incide no alargamento da rede de equipamentos públicos destinados à recolha seletiva. 

Neste domínio, a empresa municipal está a investir cerca de 525 mil euros, beneficiando de uma comparticipação comunitária de 447 mil euros, através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), no âmbito do Portugal 2020. 

Já em curso está a distribuição gratuita de ecopontos domésticos para recolha seletiva em alojamentos familiares, tendo entretanto sido também consideravelmente reforçada a rede de equipamentos de deposição seletiva de papel e cartão, vidro, plástico e metal. 

Para alcançar os objetivos previstos com estas ações, a entidade gestora dos serviços de recolha resíduos sólidos urbanos no Município de Cantanhede aposta na intensificação das boas práticas relativamente à produção e deposição seletiva de resíduos. Nesse sentido, tem vindo a ser feita uma avaliação da quantidade e tipologia dos resíduos produzidos em cada habitação, bem como do modo como eles são depositados nos dispositivos disponíveis para o efeito. 

Conforme o previsto, esse diagnóstico está a ser desenvolvido faseadamente em todas as freguesias do concelho, após o que as equipas da empresa municipal realizarão junto das famílias ações de informação e sensibilização com especial enfoque no papel fundamental dos cidadãos relativamente à separação resíduos e, por essa via, no aumento do volume de materiais recicláveis. O que se pretende é fomentar as melhores práticas de compostagem doméstica, reutilização de produtos e reciclagem, mobilizando os munícipes para uma intervenção ainda mais ativa na defesa do ambiente e na elevação dos padrões de qualidade de vida da comunidade.

Paralelamente ao projeto “Cantanhede Recicla”, a INOVA-EM está a investir na instalação de tecnologia inteligente para obter maior eficiência na gestão dos serviços de resíduos urbanos, processo incluindo no financiamento obtido por parte do POSEUR - Portugal 2020. Os projetos em desenvolvimento neste domínio dizem respeito à implementação do sistema de informação MAWIS, da MOBA, respetiva telemática nas viaturas de recolha e lavagem e instalação de sistemas de identificação nos equipamentos de deposição de resíduos. Trata-se de uma solução integrada que permitirá o planeamento e otimização dos circuitos de recolha, a visualização dos percursos nas viaturas através de computadores de bordo, o registo automático das recolhas dos contentores através de tag´s (tecnologia RFID), o registo de anomalias aquando da recolha e a introdução do sistema pay-as-you-throw, que consiste na alteração da metodologia de tarifação, passando esta a ser calculada com base na produção efetiva dos resíduos produzidos. 

About the Author