LEGIONELLA - Breve esclarecimento sobre cuidados a ter em nossas casas

O QUE É?

A Legionella é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a seis dias depois da infeção, podendo ir até dez dias.

Onde pode aparecer?

As zonas mais sensíveis, que assumem particular relevância na amplificação e disseminação da Legionella, são as que estão associadas à formação de aerossóis, nomeadamente: 

  • Redes prediais de água quente e fria; 
  • Sistemas de ar Condicionado;
  • Piscinas climatizadas e jacuzis;
  • Sistemas de rega por aspersão;
  • Repuxos ornamentais.

 

Redes prediais de água fria e quente

Como se desenvolve?

Os pontos críticos das instalações prediais de distribuição de água são aqueles onde é mais suscetível de ocorrer a proliferação da Legionella, salientando-se os seguintes:

  • Zonas de água estagnada (caldeiras, termoacumuladores, troços da rede predial pouco utilizados, pontos de utilização com pouco uso como torneiras e chuveiros, troços da rede associados a juntas cegas);
  • Zonas da rede predial de água quente em que a temperatura da água encontra-se entre os 20ºC e os 50ºC.

 

Como prevenir?

Recomendam-se as seguintes medidas preventivas:

  • Identificação e supressão de todos os pontos mortos da rede predial, assegurando uma boa circulação da água, efectuando-se purgas regulares e substituindo os elementos defeituosos e/ou susceptíveis de terem sofrido as acções de corrosão e/ou incrustação;
  • Os valores de cloro residual livre devem situar-se entre os 0,2 e os 0,4 mg/l, pelo que se alerta para o potencial perigo de utilização da água de furos ou poço nas redes prediais;
  • Se a rede predial de água quente for resistente a temperaturas superiores a 70ºC, efectuar desinfecções térmicas regulares, que consistem no aumento da temperatura dos termoacumuladores, a valores próximos de 70ºC, efectuando descargas em todos os pontos de consumo, torneiras e chuveiros, pelo menos durante 5 minutos. 

 

Para esclarecimentos adicionais consultar o site da Direção Geral de Saúde, https://www.dgs.pt, ou a Autoridade de Saúde Local.